Página inicial
Sala de leitura
Enem
Críticas e sugestões
Eventos
Links paratodos
videos
 


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA ALGUNS VIDEOS DIDÁTICOS CPTEC.INPE


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA JOGO – QUEBRA CABEÇA COM MAPA-MÚNDI FÍSICO


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA MAPA INTERATIVO DAS EMISSÕES DE CO2 NOS DIFERENTES PAÍSES DO MUNDO E DADOS DEMOGRÁFICOS.


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E JOGUE COM O MAPA DA EUROPA


CLIQUE NA IMAGEM E LEIA AS MANCHETES DE HOJE DOS JORNAIS DE TODO O
MUNDO.


VEJA O QUANTO VOCÊ CONHECE SOBRE CONTINENTES E OCEANOS


2 JOGOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL


CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA O MAPA-MÚNDI INTERATIVO

site www.geocienciasnomapa.com.br
CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA UM SERVIÇO DE LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DE TESES E DISSERTAÇÕES EM GEOCIÊNCIAS

  Geografia Geral e do Brasil

RÚSSIA AMEAÇA DINAMARCA CASO SE JUNTE A ESCUDO ANTIMÍSSIL DA NATO

A Rússia acenou com a ameaça nuclear perante a possibilidade de a Dinamarca integrar o escudo antimíssil da NATO, aprofundando o clima de tensão entre Moscou e a Aliança Atlântica vivido nos últimos meses.

Num artigo de opinião publicado este domingo no jornal Jyllands-Posten, o embaixador russo em Copenhagen, Mikhail Vanin, aludiu à participação da Marinha dinamarquesa no escudo antimíssil da NATO, no âmbito do programa de defesa europeia. “Se isso acontecer, os navios de guerra dinamarqueses vão passar a ser alvos para as armas nucleares russas. A Dinamarca será parte da ameaça contra a Rússia”, escreveu o diplomata, acrescentando que as relações entre os dois países “serão danificadas”.

No Verão, a Dinamarca tinha anunciado que iria participar no escudo antimíssil da Aliança, um esquema desenhado para proteger a Europa de um ataque. A Rússia sempre encarou com desconfiança este projeto, que era até agora um dos principais temas de discussão entre a NATO e Moscou.

O Governo dinamarquês considerou “inaceitáveis” as declarações do embaixador e tentou tranquilizar Moscou. “A Rússia sabe muito bem que a defesa antimíssil não é dirigida a si. Estamos em desacordo com a Rússia em várias coisas importantes mas é crucial que o tom entre nós não suba”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros, Martin Lidegaard.

Ao contrário de alguns vizinhos nórdicos, como a Suécia ou os países bálticos – que dizem recear o expansionismo russo e pedem posições mais duras da União Europeia e da NATO –, a Dinamarca tentou ter um papel apaziguador nas relações com a Rússia. Em Novembro, a primeira-ministra, Helle Thorning-Schmidt, dizia ao Financial Times não ter preocupações quanto à integridade territorial.
“Mantemos as nossas cabeças frias e o cockpit quente.”

As relações entre a Rússia e o Ocidente atingiram no último ano o ponto mais baixo desde o final da Guerra Fria. As diferentes interpretações sobre a guerra na Ucrânia – a NATO acusa Moscou de participar militarmente no conflito, algo que o Kremlin nega – estão na base desta situação, ao qual se associa o aumento das manobras militares russas, cujas aeronaves chegaram mesmo, em algumas ocasiões, a entrar no espaço aéreo europeu.

Fonte: Público:Disponível em: <http://www.publico.pt/mundo/noticia/registados-40-incidentes-entre-a-russia-e-a-nato-desde-marco-1675731>. Acesso em: mar. 2015.

Retornar ao índice

ATUALIZADO EM 28//06/2016