Página inicial
Sala de leitura
Enem
Críticas e sugestões
Eventos
Links paratodos
videos
 


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA ALGUNS VIDEOS DIDÁTICOS CPTEC.INPE


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA JOGO – QUEBRA CABEÇA COM MAPA-MÚNDI FÍSICO


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E CONHEÇA MAPA INTERATIVO DAS EMISSÕES DE CO2 NOS DIFERENTES PAÍSES DO MUNDO E DADOS DEMOGRÁFICOS.


CLIQUE NA IMAGEM
ACIMA, E JOGUE COM O MAPA DA EUROPA


CLIQUE NA IMAGEM E LEIA AS MANCHETES DE HOJE DOS JORNAIS DE TODO O
MUNDO.


VEJA O QUANTO VOCÊ CONHECE SOBRE CONTINENTES E OCEANOS


2 JOGOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL


CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA O MAPA-MÚNDI INTERATIVO

site www.geocienciasnomapa.com.br
CLIQUE NA IMAGEM E CONHEÇA UM SERVIÇO DE LOCALIZAÇÃO ESPACIAL DE TESES E DISSERTAÇÕES EM GEOCIÊNCIAS

  Geografia Geral e do Brasil

BIOCOMBUSTÍVEIS E ALIMENTOS. SERÁ QUE MALTHUS TINHA RAZÃO?

O biodiesel e o etanol, combustíveis derivados de fontes renováveis, foram desenvolvidos com objetivo de reduzir os níveis de poluição e os custos da utilização do petróleo. Porém, após a eclosão da crise e o aumento na produção de alimentos no mundo, o projeto dos biocombustíveis vêm sendo questionado.

Especialistas estrangeiros, leigos e opositores do governo, afirmam que o biocombustível está tomando o lugar da produção de alimentos. Na verdade estão usando esse argumento, para fazer dessa bioenergia um bode expiatório para explicar o súbito aumento do preço dos alimentos, especialmente dos grãos.

Nos EUA, Bush pediu ao congresso 770 milhões para atenuar a crise. Com certeza uma manobra melindrosa para conter o preço do petróleo, por trás de um ponderável investimento em agricultura a curto prazo.

O Brasil poderia sair como grande vitorioso desse estado de tensão que o mercado alimentício atravessa. O país dispõe de grande extensão de terras agricultáveis sem risco de comprometer o meio ambiente, clima ideal e grandes redes hidrográficas. Essas condições aliadas a um investimento maciço do Estado em infra-estrutura (estradas, portos, logística em geral), podem dobrar o atual patamar de produção. Nosso país poderia se tornar um dos "celeiros do mundo".

O alarmante "boom" populacional na China, na Índia, em outros países da Ásia, no Brasil e na América Latina provocou uma relativa diminuição da pobreza e o aumento do consumo de alimentos. Essas transformações refletem um avanço no perfil sócio-econômico dos países em desenvolvimento.

Como afirmou Lula, com mais pobres comendo o mundo se vê em meio a um suntuoso aumento na demanda de grãos, correndo o risco de uma suposta escassez.

Essa situação atual nos remete inevitavelmente a lembrar da carcomida teoria populacional malthusiana. Segundo ela, a melhoria das condições de vida em geral, provocaria um crescimento acelerado da população, de tal maneira que comprometeria os recursos alimentícios, gerando o alastramento da fome pelo planeta. Essa tese, explicitada aqui genericamente, caiu por terra há muito tempo no meio científico. Mas, analisando o contexto mundial atual dá para se fazer um paralelo entre os discursos sobre a discussão que coloca em oposição produção de biocombustíveis e produção de alimentos?

José Morais da Silva Neto
José Morais da Silva Neto é estudante de
Geografia da UEPB e responsável pelo
blog “”Crítica a Tudo” http://netoclicak.blogspot.com/

Retornar ao índice

ATUALIZADO EM 28//06/2016